quinta-feira, 31 de março de 2011

O CASTIGO E O SILÊNCIO DE UM COVARDE

Um “Patinho feio” da crônica esportiva paraense, metido à intelectual, que como comentarista esportivo das Rádios Marajoara e Clube nunca comentou RE-PA, era o quarto ou quinto comentarista (e o Guilherme Guerreiro é amicíssimo dele) acusou os cartolas remistas de serem “caloteiros” e o conselho do Paysandu de ser “decorativo.”

Conselheiros remistas estão se mobilizando para considerá-lo “persona non grata”, o que não pretende o presidente remista Sérgio Cabeça; os bicolores prá se vingarem da chocarrice do histriônico cronista elegeu Ronaldo Maiorana benemérito do clube.

Os “tuíteiros” bicolores o instigam, mas como todo covarde, permanece calado; é o mesmo que comeu no prato do Miguel Pinho e depois sacaneou com o “Conde”.

À GLAMOROSA GOSTOSINHA

Continuo transgressor a tudo que é convencional. Eu sei que é "twitter", "E-mail",mas procuro aportuguesá-las: "tuíter", "emeio", etc.

Fraternalmente, continuo amando-a.
É o que há e, agora,sim, boa-noite!

DISQUE BIG BEN: 3241-3000



ATENÇÃO!
- MP acata decisão do CPC e não haverá decisões em Baenão e Curuzu!
- O acesso à INTERNET está lento e por isso deixo de postar, espero que amanhã seja facilitado...
É o que há e boa-noite!

UM NOVO TEMPO PARA A ACLEP


Fui à sede da ACLEP, em Ananindeua, regularizar-me a encontrei o presidente, Géo Araújo, e o vice, Nildo Matos (foto), com quem resenhei sobre a nossa entidade que ao longo dos anos tem sido administrada por alguns histriônicos. Inclusive o último a deixar o cargo, jornalista Ferreira da Costa que não prestou conta. E nem vai dá satisfação porque não tem dignidade prá tal.

Araújo e Matos estão conscientes do caos instalado na entidade, mas confiantes na superação dos obstáculos e já começam a planejar um novo tempo para a sede da Associação e a convicção da efetiva participação dos sócios em atividades sociais e lazer.

“Naquele barracão, Zeca, vamos construir alojamentos e dispor de beliches, ar-condicionado, bebedouro e televisão para hospedar colegas que veem do interior para transmitir jogos na capital”, confirmou o presidente Géo Araújo.

De minha parte, sucesso!
É o que há!

CURUZU E BAENÃO,, OS BIG BROTHERS

Paysandu e Bahia à noite de ontem no Mangueirão pela Copa do Brasil se esqueceram de jogar bola, no primeiro tempo.

No segundo tempo, time baiano foi melhor, mas Marcos não teve competência prá finalizar e por isso o jogo ficou no zero a zero. Dia 6 o jogo em Salvador.

Joguinho difuso no meio-campo em que apareceram Marconi e Boquita, pelo Bahia, e Bily e Álison, pelo Paysandu; bom para os dois goleiros: Omar e Alexandre Fávaro que pouco trabalharam nos 45’ iniciais.

O árbitro Sandro Meira, aos 27, expulsou Mendes (PSC) pela tapa que deu em Titi; aos 32 foi vez de Ramon (Bahia) por entrada violenta em cima de Alexandre Carioca. Acertou o árbitro.

Alexandre Fávaro salvou o Papão no segundo tempo por três vezes, com Helton Lira falhando e o meio-campo bicolor com aparência de giz; e mais uma vez a torcida bicolor se irrita com o treinador Sérgio Cosme que substitui Rafael Oliveira por Sandro Goiano, quando se esperava que saísse Helton Lira, que por duas vezes entregou a bola para Marcos, que chutou de cara com Alexandre Fávaro. Este foi o melhor jogador em campo.

O que a torcida bicolor pode esperar de Alexi Oliveira, Wânderson, Zé Augusto, Sandro Goiano numa competição como a Copa do Brasil?

Não é só o treinador Sérgio Cosme que é burro; burro são todos àqueles que contratam jogadores que estão acima dos 30 prá jogar bola em campos encharcados.

Visivelmente, “roubando” nossos clubes.

O VELHO FINAZI

Como se não bastasse a velharada que há na Curuzu, alguns abnegados remistas contratam Finazi. Paulo Comelli vai aceitar? Não era ele que não queria jogador acima dos 30 no seu time?

Curuzu e Baenão, os “Big brothers” do futebol brasileiro.
É o que há!

quarta-feira, 30 de março de 2011

DISQUE BIG BEN: 3241-3000



ATENÇÃO!

- Remo oficializa novo representante na FPF!
- É o ex-auditor do TJD Marco Antônio Lobo Castelo Branco!
- E o Leão Azul começa bem o segundo turno, escalando o Andrei para o jogo de Santarém!
- O blogue já sabia!
- Sandro Goiano cobra do PSC aluguel de apartamento na justiça cível!
- Aliás, o jogador cobra também o clube na justiça trabalhista!
- Andrei da Silva e Silva apitará São Raimundo e Remo, domingo!
- Benedito Pinto da Silva comandará TLB X ÁGUIA, domingo, às 9h30, na Vila!
- Edeval Augusto Ferreira será o árbitro de Castanhal x Paysandu, 20h, sábado!
- Nadilson Souza Santos apitará Independente e Cametá, 16h, sábado!
- É o que há e boa-noite!

DIZ-QUE PAGOU, MAS A REDE CORTOU A LUZ


Por algumas horas, a Curuzu ficou sem corrente elétrica à tarde de ontem.

Os técnicos da Rede Celpa chegaram prá cortar o fornecimento de luz elétrica à Curuzu, mas antes pediram o talão referente ao mês de fevereiro e o funcionário responsável alegou que estava pago, mas que o comprovante estaria na sede do clube.

A explicação não convenceu e os técnicos da Rede passaram o "alicate". Curuzu sem luz.

Wandik, como de sempre, entrou em ação e energia foi restabelecida.
É o que há!

APARENTEMENTE, TUDO EM PAZ


Em harmonia, CONDEL bicolor reuniu à noite passada na sede do clube, sob a presidência de Ricardo Rezende.

O empréstimo de Tiago Potiguar ao futebol chinês foi aprovado pelos conselheiros, que a unanimidade acataram a ideia de Gui Peixoto em tornar o empresário e ex-atleta de basquete do clube, Ronaldo Maiorana, benemérito.

"As vitórias obscurecem às mazelas". Tem muita razão o Crítico dos Críticos do jornalismo esportivo paraense, advogado e jornalista Hamilton Gualberto.
É o que há

A FPF É QUEM FAZ O BORDERÔ

Ouvi da boca do Ricardo Rezende, presidente do CONDEL bicolor, domingo, no Amazon Beer, na Estação das Docas, por ocasião da 1ª Regata do ano: “O Luís Omar não é desonesto; ele é ingrato”.

Partindo de quem disse e não pediu segredo porque falou numa roda onde este blogueiro passatempo estava é improvável que o presidente bicolor (que é o maior credor do clube, conforme revelação do Dr. Sérgio Chermont por ocasião da reunião do CONDEL e que este blogue divulgou domingo passado) esteja (ou esteve) imbuído de querer superfaturar o borderô do jogo PSC 3 x 2 CAMETÁ, do último dia 16, na Curuzu, em causa própria. Nada disso.

TUDÃO E TUDINHO é um blogue desajeitado e difuso, mas não briga com a notícia e não tem compromisso com ninguém, e, por assim dizer, tem divulgado fatos que nenhum repórter tem coragem de publicar, daí o sucesso dos mais de 40 mil acessos em menos de um ano, com média diária de 250 visitas. Ô glória! Se perdi o BOLA NA ÁREA, aos domingos, na Rádio Liberal-AM (que acredito que um dia voltará ao dia e horário habituais), ganhei em êxtase; ando igual àqueles gladiadores romanos ou gregos após uma vitória – cabeça erguida e peito inflado! Alvíssaras!

Tenho satisfação em fazer o que faço. E vem aí o tuíter do TUDÃO E TUDINHO.

O presidente Luís Omar fez o que qualquer presidente de clube faria se tivesse em seu tutiço a justiça cível, querendo bloquear os R$ 250 mil da renda em prol de um jogador que passou pela Curuzu em 1995, atacante Gilson Grazoto, que o ex-presidente Geraldo Rabelo deu promissórias e o clube nunca resgatou. Agora, a justiça cível condenou o clube a pagar. E vai pagar. Só que ainda não foi desta vez porque Luís Omar, com a aquiescência da Federação Paraense de Futebol, que produziu o borderô, “aplicou” o conto do superfaturamento das despesas. É esta a verdade que alguns “muçuns ensaboados” fingem em não saber que Remo e Paysandu são useiros e vezeiros em dá desdobro na justiça.

Eu vi no Baenão (CR X TLB) Orlando Rufeil (CR) e Rui Pacheco (TLB) passaram nas bilheterias do estádio, arrecadaram a “baba”, e os fiscais da justiça esperando pelos bilheteiros na tesouraria do Baenão prá bloquearem toda a renda. Desta vez foi diferente: a renda apresentada não deu prá cobrir despesas. E o estádio teitei de gente.

E agora vem um dos mais famosos “muçuns ensaboados” do futebol paraense dizer que “é uma vergonha o que o Luís Omar fez”. O PSC fez com anuência da FPF. Quem faz o borderô é uma das “ratazanas” levada prá dentro da tesouraria da FPF pelo ex-tesoureiro França, que ensinou o “pulo do gato” à sua “porquinha”. Quem da FPF ousa a confrontar o blogue?
É o que há!

terça-feira, 29 de março de 2011

DISQUE BIG BEN: 3241-3000



ATENÇÃO!

- Diguinho, 29, zagueiro, amanhecerá na Curuzu!
- Ratinho e Gustavo, atacantes, no Baenão!
- E a verdade sobre o borderô superfaturado!
- As novidades da reunião do CONDEL bicolor!
É o que há e boa-noite!

NÃO TEM FOCO DE MENINGITE NA VILA


Estive na Vila Olímpica da Tuna Luso Brasileira ainda a pouco e conversei com os dois jovens responsáveis pela secretaria do clube, onde algumas mães estavam e queriam saber se de fato há focos bacteorológicos da doença nas dependências do clube.

"A Tuna, através do presidente Fabiano Bastos, solicitou ao Departamento de Vigilãncia Sanitária, da Secretaria de Saúde do Estado, que aqui viesse e fizesse inspeção nas dependências do clube e isso foi feito", dizia a jovem Carla, funcionária do clube.

Não contente, telefonei para o presidente e com ele conversei sobre o assusnto:

Blogueiro: - Presidente, com o ocorrido com o jogador Barata, a Tuna tomou as devidas providências junto aos órgãos competentes?

Fabiano Bastos: - Não tem foco de meningite na Tuna. Os nossos sócios, pais ou responsáveis pelos nossos atletas podem ficar tranquilos, que já tomamos todas as providências cabíveis que o caso requer.

Blogueiro: - E o Barata, presidente?

Fabiano Bastos: - Ele está bem, graças a Deus!
É o que há!

NÃO GOSTEI DO ACABAMENTO


A carreta da empresa que firmou contrato com o PSC para vender camisas, camisetas e tudo mais com a marca do clube que deu as maiores glórias para o futebol amazônico, está estacionada na travessa do Chaco, ao lado do estádio bicolor, vendendo produtos masculinos e femininos. É um sucesso!

Vi; entrei e conversei com o pessoal responsável pela venda dos produtos, mas – cá prá nós – não gostei do “prêt-à-porter” BLESS, a marca que detém os direitos de licenciamento.

Nesta quarta-feira a carreta vai estar no Mangueirão.É prá lavar a burra!
É o que há!

TINTIM POR TINTIM

Estou em busca de detalhes sobre o borderô do jogo PSC 3 X 2 CAMETÁ, do último dia 16, na Curuzu.

O estranho é que o borderô foi feito pela FPf, e causa estranheza a indiferença do Zé Ângelo,criticando o presidente bicolor, Luís Omar.

E ATENÇÃO!

Pais de atletas das divisões de base da TLB estão receirosos que seus filhos vão aos treinos porque há "bizu" de que na Vila Olímpica há foco de meningite, o que nãó é verdade.

Darei mais detalhes daqui a pouco.
É o que há!

BORDERÔ E OS MUÇUNS ENSABOADOS

No jogo PSC 3 x 2 CAMETÁ, no último dia 16, o torcedor proporcionou arrecadação de R$ 253.420.00 e como a renda é do mandante e a partida foi na Curuzu a diretoria bicolor cobrou do próprio clube percentuais estratosféricos, por assim dizer.

Da renda bruta foram tirados 5% para a iluminação: R$ 12.671.00; 15% de aluguel de campo: R$ 38.013.00; R$ 22.000.00 de lanche para PM, CBMP e seguranças.

A princípio estranhei e cobrei explicações das altas taxas, mas a diretoria esclareceu minhas dúvidas, informando que foram aplicadas nas divisões de base e em setores da Curuzu. Tudo bem. O dinheiro é do clube e cabe à diretoria a aplicação correta.

Se o dinheiro é do PSC, penso que o presidente Luís Omar tem o livre arbítrio de aplicar a quota em qualquer setor do clube e cabe ao CONDEL a vigilância dessas aplicações. Se bem que o torcedor tem, também, o direito de saber em que o dinheiro que deixa nas bilheterias é aplicado. É lei.

O que me causa espécie é que dois “muçuns ensaboados”, em nome de moralidades que não às têm, questionarem o presidente do Paysandu sobre as cobranças exorbitantes.

De forma desnecessária, a FPF escala cinco árbitros para jogos na Curuzu, como vem acontecendo: na partida do dia 16 o árbitro central recebeu R$ 1.700.00; os dois assistentes R$ 700.00(cada um) e mais dois assistentes, cada um ganhando R$ 350.00. E os 10% da renda bruta que a FPF cobra? O que não posso desejo prá mim, não devo desejar para os outros. É ético.

O governador Simão Jatene liberou o Mangueirão, de dia; à noite os clubes pagam iluminação, mas o que não está explicado de onde saí o dinheiro prá pagar o pessoal da SEEL que trabalha a quando dos jogos.

Os “muçuns” deveriam explicar o porquê de um segurança ganhar R$ 500.00 e um médico R$ 130.00 nos jogos no Mangueirão. Não é estranho?

Um desses “lisos” passou pela Curuzu como marqueteiro, presidente Luís Omar, e se o Miguel Pinho fosse vivo diria o porquê de ele ter deixado o clube.

PATIFE ENGRAVATADO

O vereador Ademir Andrade, que foi algemado e preso pela PF por desvio de verbas da CDP(Companhia Docas do Pará), ano passado moveu processo contra o jornalista José Maria Trindade porque o chamou de corrupto em programa da Rádio Liberal-AM.

Assessorado juridicamente pelo consagrado Oswaldo Serrão, bati ponto na justiça desta cidade e prá não levar à frente o processo aceitei pagar 10 cestas de alimento à comunidade do bairro de Val-de-cães. Paguei e me livrei do processo.

Agora, a Justiça Federal condena Ademir Andrade a asseclas a devolverem R$ 1,3 milhão e perda de direitos políticos por oito anos.

Irei à Câmara de vereadores olhar prá cara do Ademir Andrade. Vai deixar a casa, vereador?
PS. Não é à do blogue, e por isso peço desculpas aos blogonautas, mas é pertinente.
É o que há!

segunda-feira, 28 de março de 2011

DISQUE BIG BEN: 3241-300



BORDERÔ

- Dois muçuns ensaboados - um da FPF e outro da SEEL - estão criticando valores cobrados pelo PSC na partida contra o Cametá!
- Vem aí o campeonato de pesca do Pará!
- 100 quadras esportivas o governo do Estado pretende construir no Pará!
- De concreto mesmo, só o Ratinho, meia-atacante, está contratado pelo Remo!
É o que há e boa-noite!

TUDINHO


PRESTÍGIO
O diretor de futebol do CR, Rafael Levy, teve razão, em parte, quando revelou que o PSC recebeu o dinheiro do Patrocínio com a FUNTELPA e o seu clube não.
Dia 15 de abril era a data para o governo depositar R$ 690 mil na conta da Federação Paraense de Futebol e esta fazer o repasse aos clubes – R$ 345 mil prá cada.
Dia 20 o vice-presidente do Paysandu, Toninho Assef, telefona para o diretor técnico da FPF, Paulo Romano (que é torcedor do Papão) e pede que ele interceda junto ao presidente da FPF, o Nunes, para a liberação do cheque. Romano consegue.
A FPF tem conta em uma agência Bradesco e a empresa do Paulo Romano presta serviço ao banco e foi numa das agências Bradesco que o PSC trocou o cheque com ágio do dia.
O Remo não conseguiu o mesmo porque seus dirigentes estão sem prestígio na FPF.

DECEPÇÃO
Dona Chica, esposa do presidente Luís Omar, desapareceu da Curuzu porque anda desiludida com a teimosia do marido. Ele é só ele. Não ouve ninguém. Nem a própria mãe, que anda preocupada com a teimosia do filho. É marrento, mas é bom filho.

TRIO
O presidente do CR, Sérgio Cabeça, numa roda ontem na Estação das Docas dizia que o título estadual como a ser desenhado no dia a dia da FPF.
Por isso, para o segundo turno o Leão Azul será representado na entidade por três nomes respeitadíssimos: Marco Antônio Lobo Castelo Branco (ex-auditor do TJD), Cláudio Pontes (ex-diretor técnico da FPF) e Hamilton Gualberto, que conhece como ninguém os bastidores do apito paraense.
E há quem diga que o Andrei Silva e Silva apitará São Raimundo e CR, domingo. EU, hein?!

MALDADE
PSC campeão do primeiro turno: no dia seguinte, na primeira página de O LIBERAL, a foto do Louro, alisando a barriga do presidente Luís Omar, e a criatividade popular criou essa equação: LOP+LOURO= CÂNCER.
Louro: - Taí, presidente, o nosso horóscopo!

INGRATIDÃO“Ele não é desonesto, mas é ingrato”
(Ricardo Rezende referindo-se ao presidente Luís Omar, ontem na Estação das Docas)

PILANTRAS
“O Otávio Faciola é agente aposentado da Polícia Federal e chegou ao departamento náutico do Paysandu botando os pilantras prá correr de lá”
(Pelé, ex-jogador de basquetebol do Papão, ontem na Regata)

MALA
Ele é gente fina, mas tem certas atitudes que não condizem com sua função.
Por exemplo: quando o PSC está tomando sufoco e a torcida calada, ele se levanta do banco e pede apoio da galera, levantando os braços e batendo palma.
Quinta-feira, Curuzu, Mendes cai, o médico saí correndo prá atender o jogador e ao chegar disse para o atleta: “Porra como é que vocês foram tomar aquele gol?”
“Dr., vá prá PQP!”
Com o Paysandu jogando, Gilson Mácola é mais torcedor que médico. Álison que o diga.

É MOLE?
O 8-gigante do PSC é o que existe de mais moderno no mundo do esporte náutico.
Importado da Argentina; todo em fibra de carbono e custou R$ 50 mil. É tão leve que dois atletas carregam o barco.
Ricardo Rezende comprou, pagou os impostos e frete e deu ao PSC. Ontem perdeu para um de madeira.

ELA NÃO QUER PRESTAR
Não me peguei com Deus, não fui à igreja dá dinheiro prá camelô da fé, apenas ouvi o Dr. Eder e a nutricionista Ana Ávila, da Beneficente Portuguesa, que eu não posso ingerir bebida alcoólica se é que quero viver em paz com meu intestino. Tenho resistido e ontem fui submetido a mais um teste. Estou tendo vergonha na cara; brigando com a minha natureza.
Cheguei a Estação das Docas às 8h e encontrei Joperso Coutinho tomando chope da Cerpa; depois Ricardo Rezende e amigos degustando baldes teitei de Cerpinha. Tomei limonada suíça.
Lembrei de Tim Maia: “Eu digo não para a bebida, mas ela não quer me escutar.”

NA TV
Não tenho rosto televisivo, mas como em Belém tem “Patinho feio” que aparece na telinha com ares professoral todo santo dia, falando de futebol é que estou encorajado para estar hoje na TV CULTURA, às 20h, no ESPORTE CULTURA prá falar sobre o futebol paraense.
Falarei o que sei e o que penso sem medo. Pode crer!

PRÁ PENSAR
"Os amigos nos fazem bem; os inimigos nos promovem"
É o que há!

domingo, 27 de março de 2011

CAVALO SELADO


A mãe, dona Creua, ele e uma irmãzinha excepecioinal.Moradores do Conjunto Império Amazônico.

Adolescente começou a jogar FUTSAL pelo CR; depois COPM e ESMAC como aluno bolsista da instituição.

Em 2009 surgiu a oportunidade de ir para o Japão. A mãe deu força e hoje Ânderson Pojo, 29, está na segunda temporada no futsal nipônico e financeiramente melhor a vida da mãe e da irmãzinha. É bom filho.

Estava no ginásio se preparando para jogar quando sentiu o tremor de terra que abalou o Japão. Por isso as atividades esportivas foram paralisadas. Ânderson Pojo voltou a terrinha e está curtindo a família e amigos.

"Meninos de gênio bom e trabalhador".
É o que há!

DISQUE BIG BEN: 3241-3000



ESTOU PREPARANDO PARA AMANHÃ

- Dona Chica, esposa do presidente Luís Omar, deixou de ir à Curuzu!
- Um ex-juiz do TJD vai representar o Remo na FPF!
- Como o PSC conseguiu receber a "baba" da FUNTELPA na frente do CR!
- "Ele é ingrato!"
- A fórmula: LOP+LOURO=CÂNCER!
- No Remo tem muita gente prá mandar e ninguém resolve nada!
- Andrei Silva e Silva na mira de remistas e bicolores!
- "Foi preciso ele ir prá lá prá acabar com os pilantras!"
- Os muçuns ensaboados não foram à Estação!
- Aguardem!

A FESTA NA ESTAÇÃO


Quem chegava, na manhã deste domingo, na Estação das Docas, não resistia a musicalidade, a aledgria e o brilho do Arraial do Pavulagem; nas águas da Guajará a Tuna desbancava CR(segundo) e PSC(terceiro) e nos circulos os cartolas resenhavem sobre CR e PSC.O presidente do PSC, Luís Omar não compareceu, talvez para não cruzar bigodes com Ricardo Rezende e Rui Sales.

Na foto o presidente remista, Sérgio Cabeça, papeava com um torcedor bicolor.

Contarei tudo que vi e ouvi na postagem de amanhã. De pilantra a ingratidão.
Aguardem!
É o que há!

MUÇUM ENSABOADO

O blogonauta Rafael, de Brasília, quer saber o que é MUÇUM ENSABOADO.

São alguns "abnegados" que vivem dentro da FPF, da SEEL e dos clubes(em especial Remo e PSC),não metem a mão no bolso porque são "lisos", que não altercam quando são criticados pelos radialistas e jornalistas, demonstram humildade, são probos, sempre estão nas bocas e nas dicas e adoram está na mídia - Rádio, jornal e TV - e são vingativos.

Então, um ouvinte do programa BOLA NA ÁREA, da Rádio Liberal-AM, apresentado por este blogueiro passatempo, numa participação pelo telefone, disse que esse tipo de "cartola" é MUÇUM ENSABOADO, referindo-se ao peixe que vive nos lagos e rios da Amazônia, que não tem escama e é liso. Tem tudo a ver com dois dirigentes da FPF, um secretário adjunto e "camafeus"
É o que há!

ELE É INDOMÁVEL, NEFANDO, IRREVERENTE, IMPOSSÍVEL, METICULOSO E INSTIGANTE..


POSTURA
O departamento médico do Paysandu é constituído de quatro médicos: Gilson Mácola (chefe), Fiel, Silvério e Jr. Furtado, mas dizem, na Curuzu, que falta liderança ao chefe. É gente de fina plumagem, mas não tem caráter de líder.
O jogador Álison precisava de uma tomografia computadorizada e quem agilizou o exame junto a UNIMED foi o médico Fiel, que telefonou para o Dr. César Neves altas madrugadas, que autorizou o exame e o internamento do jogador.
Quinta-feira quem estava escalado para trabalhar era o Dr. Silvério; Gilson Mácola chegou leu a súmula e retirou o nome do colega e se escalou. Este foi o problema e não o que alguns repórteres anunciaram por ocasião do jogo PSC 3 x 2 CAMETÁ.
Fiel, Silvério e Jr. Furtado chiaram e com razão. Presidente Luís Omar tentará neste domingo resolver o impasse.

O BEM E O MAL
O programa matinal deste domingo é ir à Estação das Docas e assistir – se a maré deixar – a primeira regata do ano.
Cartolas e muçuns ensaboados de todos os matizes estarão à margem da Guajará, e este blogueiro passatempo igual ao “Velho do restelo” a observar os grupos de remistas e bicolores. Em especial os do Paysandu que estão muitos divididos, inobstante a conquista do primeiro turno Parazão/2011.

COMEGA TABS
Um dia desses um repórter de rádio ao fazer uma pergunta a um entrevistado à “perereca” “saltou” da boca. Rarararara.
O despreparado, que é conhecido pelo CC, contumaz chenzeiro e chalaça, agora anda com cola bucal na algibeira. Não tem boticário que dê jeito.

RELUTANTE
“Um jogador menos talentoso que treina muito pode superar o talentoso que treina pouco. E um jogador talentoso pode ser muito melhor que ele mesmo se treinar e treinar.”
(Bernardinho)

OK!“As contas do Luís Omar estão nos trinques”
(Feliz, um dos auditores)

REFORÇOS
São 4 os jogadores contratados pelo Remo: 2 atacantes, 1 meia e 1 volante que chegarão terça-feira em Belém.
Inscrições serão encerradas na sexta-feira, às 18h.

CARRETA
O PSC é o terceiro clube brasileiro a ter carreta itinerante, vendendo produtos do clube pelas ruas da cidade: O Corintians lançou o São Paulo copiou e o PSC plagiou.
Terça-feira a carreta do Papão deixará um galpão em Marituba, dirigida pelo presidente Luís Omar, e percorrerá a BR-316, Almirante Barroso, Curuzu e sede do clube na Avenida Nazaré.
Na noite de quarta-feira, 30, a carreta estará no Mangueirão com produtos do clube a disposição dos torcedores. Quem tomará conta da “baba”?

COGNIÇÃO
Os três gols de Mendes, dos cinco que o time fez contra o Cametá, me emocionaram; havia tempo eu não via um jogador fazer gols conscientemente.
E esses três gols – dois na primeira e um na final – fizeram a diferença pela forma como foram idealizados e concretizados: antes de chutar, Mendes leu o mundo que o cercava.
Por causa dessa forma de antever o lance, que Romário foi o “Gênio da grande área” e é rico de grana.
Foi preciso o Tiago Potiguar ir embora para que o Sérgio Cosme lançasse o jogador. É por isso que não consigo ver em Sérgio Cosme a função de técnico de futebol.
“Em qualquer time de futebol a qualidade dos jogadores é muito mais importante do que o técnico e o esquema tático”.

ESPORTE CULTURA
Fui convidado e estarei amanhã no programa comandado pelo excelente apresentador Plácido Ramos na TV CULTURA, às 20h.
Obrigado aos amigos que me querem bem; e aos inimigos que me promovem.

IGUALDADE
“No Japão todos são iguais; aprendi muito, vendo como eles são humildes.”
(Anderson, jogador paraense de FUTSAL que sentiu abalo sísmico no Japão e que chegou ontem em Belém)
É o que há!

sábado, 26 de março de 2011

DISQUE BIG BEN - 3241-3000!



O PULO DO GATO

- A verdade sobre o entrevero no departamento médico bicolor!
- O bem, o mal e os muçuns ensaboados neste domingo na Estação das Docas!
- ÉGOOOL! começa segunda-feira para CR e PSC!
- Belenense sentiu o abalo sísmico japonês dentro de um ginásio!
- Os três gols que frizeram a diferença!
- Remo já acertou com 4 jogadores!
- É o que há e boa-noite!

QUESTÃO DE ÉTICA


“Zeca, os jogadores do CR são mercenários. Não ganharam nada e ainda se recusam a treinar porque o clube não pagou salários de fevereiro”.

Quem questiona o blogueiro passatempo é o blogonauta Antônio Amaral que me mandou “emeio” querendo saber meu pensamento. Pois, penso que eles estão corretos.

Aprendi ao longo da minha vida, lendo bons livros e convivendo com pessoas sábias, que “aquilo que eu não quero prá mim, não posso desejar para os outros” e que este princípio é ético universal.

Como todo jornalista que se preza, não posso ir de encontro aos meus princípios. Nada é melhor do que ser sincero e dizer o que pensa; nada é melhor que ter credibilidade, que é a maior riqueza de um repórter.

Presidente Sérgio Cabeça (foto) fez bem em arranjar dinheiro e pagar o suor derramado daqueles que defendem – bem ou mal – as cores remista. É o que penso!
É o que há!

É PRECISO QUE HAJA RESPEITO


O Paysandu não tem respeito pelos seus benfeitores e torna-se uma instituição ingrata.

Não foi à toa que o conselheiro Sérgio Chermont disse na reunião do CONDEL que o “Luis Omar é o homem mais ingrato que já surgiu no clube” e falou na cara da esposa do presidente, dona Chica.

Na quinta-feira este blogueiro passatempo, que chegou cedo à Curuzu, viu o drama de um dos mais queridos ex-jogadores do Papão, o Beto, que se iguala a Wandik, Robgol pelos serviços prestados à instituição. Foi barrado no portão da travessa do Chaco. Eu vi.

Ao bater no portão e se identificar, o porteiro, pela fresta, disse que não tinha ordem para Beto entrar.

Neste momento um policial chega acompanhado de uma mulher e um adolescente e entraram, e Beto,por ser homem de paz, educado, fica com cara de égua, e não alterca.

O Joperso Coutinho, que bebia numa das mesas do bar do Costinha, viu e teve atitude, colocando o Beto prá dentro do estádio.

Os portões da Curuzu estavam fechados e o ex-jogador estava com seu ingresso.Portanto, não pedia favores, apenas queria acesso para tratar de assunto pertinente ao clube.
É o que há!

sexta-feira, 25 de março de 2011

´DISQUE BIG BEN: 3241-3000!

UM NOVO TEMPO!...

Eu não sei quem disse e escreveu; só sei que li numa revista (já faz tempo) que “Os amigos nos fazem bem e os inimigos nos promovem”. É verdade!

Depois de alguns dias “baleado” fisicamente, emocionalmente e psicologicamente, passei 4 dias na suíte 156 da Beneficente Portuguesa, depois refugiei-me na minha “dois-prá-lá-dois-prá-cá”, no mato, fiz minudente reflexão e pedi ao meu Deus(que é poderoso, rico e festeiro) que me mostrasse um caminho para que eu pudesse trilhar sem viseiras.

Foi aí que surgiram as auras de alguns amigos, que com suas luminosidades iluminaram o caminho que estou visualizando. Ô glória! É um momento áureo!

Sou grato ao Dr. Chermont, Dr. Eder, Dr. Jorge Borba, jornalista Salame, ao comentarista esportivo Cláudio Oliveira (que é a revelação do rádio esportivo), ao diretor executivo da Rádio Liberal, Alexis do Carmo (homem de alma bondosa; de espírito elevado), Hamilton Gualberto, Rômulo Maiorana e Ronaldo Maiorana (os patrões), Paulo Pina (blogonauta); enfim, todos que perguntavam cadê o Zeca? E que entulharam o computador do “Cabeça Branca” de “emeios”. Muito obrigado!

Neste momento o “gostosinho” chama:
- Alô!
- É o Zeca?
- É!
- Zeca, é o Diego Pugê da TV Cultura!
- Quem?
- Diego Pugê da Cultura!
- Fala garoto!
- Zeca, o Plácido Ramos mandou te convidar para o programa ESPORTE CULTURA de segunda-feira, às 20h. Dá prá ti?
- É mesmo?
- Pergunta ao Plácido se ele está ficando doido em convidar um “terrorista” do rádio para um programa de TV estatal?
- Zé, não tem problema. Podemos contar contigo?
- Pode!
É a nova fase do Zeca! Estarei segunda-feira no ESPORTE CULTURA, às 20h por deferência dos amigos Plácido Ramos e professor Cláudio Oliveira.
É o que há e boa-noite!

BOLA NA ÁREA

Saí da sala do diretor da Rádio Liberal,Alexis do Carmo, ainda a pouco, feliz pela conversa que mantive com o executivo, sacramentando minha participação na programação da emissora, que terá novidades num futuro bem próximo para os ouvintes de AM.

O BOLA NA ÁREA será apresentado neste sábado, das 10h às 12h,com as participações dos repórteres Agripino Furtado e Nleson Torres que cobrem PSC e CR, respectivamente.

No domingo volto das 19h às 21h com as participações dos ouvintes pelas linhas telefônicas da emissora.
É o que há!

MENDES, JOGADOR MACRODIMENSIONAL


Sem convencer tecnicamente e taticamente, o Paysandu é o campeão da Taça Cidade de Belém.

Por caminhos sinuosos, Sérgio Cosme levou o time bicolor à glória, apostando na qualidade individual de cada jogador, e na reta final Mendes justificou sua contratação posto que é um jogador diferenciado; dentro de campo é macrodimensional.

Ganhou duas vezes do Cametá: a primeira, 2 x 1 lá no Parque do Bacurau; a segunda, 3 x 2 na Curuzu, à noite de ontem, com 12.103 torcedores pagando ingressos e proporcionando arrecadação de R$ 253.420,00.

Cametá começou pressionando, mas sem objetividade e o Paysandu recuado, marcando e contra-atracando. Era a arma bicolor.

Jailson fez 1 x 0 Cametá, aos 19; aos 20, Mendes, consciente, recebe a bola em diagonal ao arco do goleiro André Luiz e vendo que este estava adiantado mete do lado direito do goleiro e empata: 1 x 1. Um golaço!

Aos 32 Rafael Oliveira escora de cabeça: 2 x 1 Paysandu; Américo empata 2 x 2 aos 39 num chutaço de fora da área, que na trajetória resvala na cabeça de Ary e tira Fávaro da jogada.

Com menos um (Elton Lira fora expulso ainda no primeiro tempo), Sérgio Cosme reforça marcação, com as entradas de Braian no lugar de Alex Oliveira (que nada fez); Wânderson entra no posto de Álison e Sandro Goiano no de Mendes.
Pelo lado Cametaense, Fran Costa parte prá cima do Papão: tira o lateral Mocajuba e mete o Balão, ficando com três atacantes.

Cosme reforça a marcação no meio-campo e deixa Rafael Oliveira sozinho na frente e deu sorte porque aos 40 o atacante sofreu pênalti; cobrou e marcou: 3 x 2.

Paysandu campeão graças à solidariedade do grupo que tem o comando de Sérgio Cosme, que como técnico de futebol ainda não me convenceu.

E ontem, literalmente, Cosme prestou reverência ao torcedor bicolor que já o chamou de burro.

O árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva não se houve bem. Foi in-com-pe-ten-te.Menos mal.

E mais uma vez o presidente bicolor, Luís Omar, mostra ser um dirigente chocarreiro.
É o que há!

quinta-feira, 24 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN



PAYSANDU CAMPEÃO DA TAÇA CIDADE DE BELÉM

- Mendes é incomun!
- Presidente bicolor volta a chamar de "vagabundos" os que criticam a sua administração!
- Sérgio Cosme reverência o torcedor!
- Médicos não querem trabalhar com Gilson Mácola!
- Tem mais um embusteiro na TV paraense comentando futebol!
- Em "achismo" ganhou do "Rei do acho" do rádio!
- Pira Paz! Não quero mais!
- Amanhã cedo postarei matéria sobre a conquista bicolor!
- É o que há e boa-noite!

BIG BROTHER NA CURUZU


O departamento de segurança do Paysandu está em boas mãos - cel. Cláudio(PM reformado) a serviço do clube nos jogos na Curuzu tem demonstrado que competência e aplicação.

Cel. Cláudio montou fiscalização severa nos portões, bilheterias e adjacências do estádio e quem vai à Curuzu comprar bilhete elogia o esquema montado pelo ex-policiaL.

Parabéns, coronel Cláudio(foto).

SUA SAÚDE É UM BIG BEN

BETO BARRADO NA CURUZU


Eu vi.Ninguém me contou. O ex-jogador Beto, um dos colaboradores do clube, chegou no portão da Curuzu(travessa do Chaco), bate e um fiscal abre o portão e diz que ele não pode entrar.
Joperso Coutinho, que estava no bar do Costinha, viu e foi lá e empurrou o Beto prá dentro do estádio.
A foto diz tudo!

MÉDICOS DO PSC VÃO PEDIR DEMISSÃO

Os médicos Fielm Silvério e Jr. Furtado vão pedir demissão ao presidente Luís Omar porque não estão mais aturando o comportamento do diretor do departanmento, o médico Gilson Mácola.
É que o médico escalado para trabalhar no jogo de hoje do Papão contra o Cametá era o Dr.Silvério e o Gilson Mácola saclou na marra o nome do colega da súmula e se escalou.
Aí houve a insatisfação dos demais e esdtão marcando um encontro com o presidente bicolor, Luís Omara.

NÃO FAZ ASSIM!...

Almir Barra, que já trabalho no PSC à época do Geraldo Rabelo, telefona-me, convidando-me para uma churrascada a base de muita cerveja no Pará Clube, Sábado.É aniversário do sociólogo que me dá prazer em resenhar com ele.

"Eu digo não para a bebida, mas ela não quer me escutar". Essa antológica é do Tim Maia e faço dele minhas palavras, meu querido Almir.

É que estou abstêmio e por enquanto curto meu "Tudinho", "1808", escrever diariamente para o blogue, curtir o "fogo amigo",fazendo minudente reflexão sobre o que já fiz e o que pretendo fazer profissionalmente, mas consciente de que após essas "ferias" estarei dia dois de abril com mais tesão empunhando o microfone da Rádio Liberal-AM.

Estou pensando em ir à Curuzu e vê o meu Paysandu campeão da Taça "Cidade de Belém".

"Os amigos nos fazem bem; os inimigos nos promovem"
É o que há!

É HOJE!

A decisão da Taça Cidade de Belém, às 20h30, entre Paysandu e Cametá.
Curuzu receberá lotação máxima.
Se conquistar o título do primeiro turno do campeonato, presidente Luís Omar prometeu repassar à comissão técnica e jogadores os R$ 98 mil que o governo do Estado dará ao campeão.
Presidente do Cametá,Fernando Camarinha, anunciou aos seus jogadores premiação de R$ 120 mil.
Paysandu está concentrado na Curuzu.
Cametá num hotel em Belém.
Para ser campeão, Papão pode até perder por uma diferença de um gol; Cametá será campeão se vencer por diferença de dois gols.
Dewson Fernando Freitas da Silva será o árbitro.
É o que há!

ÉGUA!

Somente ontem que o governo do Estado depositou R$ 690 mil na conta da Federação Paraense de Futebol e esta hoje repassará R$ 345 mil, em cheque, ao Clube do Remo.

E o Paysandu? Remo e Paysandu esperavam que no dia 15 houvesse o depósito na conta da FPF o que não aconteceu; então, o Luis Omar, como de sempre esperto, com aval do Nunes, presidente da Federação Paraense de Futebol, procurou o Dr. Eumar Saúde, dono de uma “factory” (câmbio de moedas através de ágio) querendo adiantamento.

O empresário não se fez de rogado, mas pediu que o Luís Omar pagasse os R$ 70 mil que o clube lhe deve de transações financeiras feitas ano passado.

O presidente bicolor não concordou e foi em busca de outra empresa que o serviu, cobrando ágio de 15%.
É o que há!

ELE PODE VOLTAR E ATACAR NOVAMENTE

No dia 28 de fevereiro postei esta notícia:

Não tenho vínculos profissional e afetivo com políticos; não tenho parentes políticos e não dependo de “chen” de políticos prá pagar minhas contas; aliás, tenho ojeriza de “chenzeiros” por que este tipo de “proficional” vende a sua consciência em vez de vender o seu trabalho, mas, como jornalista, não posso brigar com a evidência dos fatos, embora peça vênia aos blogonautas para postar esta notícia que não é meu metiê. Tá certo?

Ontem de manhã, na Estação das Docas, ouvi da boca de um cidadão (que depois soube que era advogado) a seguinte expressão: “Eles e todos àqueles que o defendem vão meter o dedo no c... e rasgar, porque Jader Barbalho vai ser senador ainda este ano.”

Pois bem: ainda a pouco acessando sites e blogues de Norte a Sul deste país deparei-me com este excerto: “É voz corrente em Brasília que o ministro Luiz Fux, do STF, vote pela validade da Lei da Ficha Limpa apenas a partir da próxima eleição”.

Se assim for, João Capiberibe (senador), Janete Capiberibe (deputada federal), Amapá; Jader Barbalho (senador), Pará, e Ronaldo Cunha Lima (senador), Paraíba, terão o reconhecimento dos votos que obtiveram na eleição de 2010 e os TREs desses Estados terão que diplomá-los.

Por assim dizer, o Amapá será comandado pelo clã Capiberibe: o pai (João), senador; a esposa (Janete), deputada federal, e o filho (Camilo), governador do Amapá. Quem é culpado por essa situação?

Inobstante ser amapaense com muito orgulho e viver no Pará desde 1979, se acontecer o que estão “profetizando”, não meterei o dedo no “toba”, porque não dependo (e espero não depender) de políticos prá viver.

Mas, que é briga de mamute, é!

quarta-feira, 23 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN



O PRIMEIRO "FURO" DO BLOGUE

No dia 27 de fevereiro este blogueiro passatempo estava na Estação das Docas esperando pela realização da 1ª Regata do ano(que não aconteceu porque as águas estavam "teitei") e numa roda ouvi da boca de um advogado: "Eles e todos àqueles que os defendem vão meter o dedo no c... e rssgar, porque Jader Barbalho vai ser senador este ano".

No dia 28 postei ELE VOLTA E ATACA NOVAMENTE!

Ainda a pouco o STF derrubou a eficácia da Lei da Ficha Limpa para a eleição do ano passado; só valerá em 2012.

Haverá passeata em Belém!

FACTORY

Com aval da FPF, Paysandu negociou os R$ 345 mil da FUNTELPA com empresa de câmbio.
É o que há e boa-noite

UM NOVO TEMPO PARA A ARBITRAGEM DO PARÁ

"Como comentário em seu conceituado blog, gostaria de dizer o seguinte:
Como é engraçado o futebol, sobretudo o Paysandu. Quando ele não quer árbitro para sorteio, como é o caso do Andrei, o árbitro não entra e fim de papo. Agora quando indica o árbitro para o sorteio, é sorteado (caso do Joelson Nazareno). Foram 3 vezes seguidas. Que sorte! Está na hora de perguntar para quem indica os árbitros do Paysandu os 6 números da Mega Sena. Quem sabe não dá essa mesma sorte, não é mesmo?"

A observação é do blogonauta Luiz Pina e é pertinente. Muito bem analisado.

Para o jogo desta quarta-feira, na Curuzu, os cametaenses desejavam ver o Andrei Silva e Silva entrando no sorteio, e o Paysandu, através do Joperso, não permitio. É visível a influência bicolor no departamento de arbitragem da federação. O que não acontece com o Remo.

Dewson Fernando Freitas da Silva foi o sorteado e apitará amanhã PSC X CAMETÁ.

Lúcio Ipojucan Ribeiro da Silva Matos e Heronildo Sebastião Freitas da Silva serão os auxiliares. Um trio de excelente qualidade para dirigir a final da Taça Cidade de Belém.

TROPA DE ELITE

É questão de honra para os dirigentes do CR a conquista do segundo turno.

Além da contratação de dois ou três jogadores para reforçar o plantel, o presidente Sérgio Cabeça, que esteve no programa da TV Cultura, de segunda-feira à noite, revelou em "off" para comentarista Cláudio Oliveira que já conversou com o advogado Hamilton Gualberto e este e mais o empresário Nissin Tó Belém serão os representantes do clube junto a FPF.

NOVOS TEMPOS

É verdade que a arbitragem do Pará já deu muito o que falar pelo caráter vendilhão de alguns dos seus integrantes. Isso aconteceia na década de 80 e até na de 90.

Mas, todos esses pilantras foram defenestrados e hoje o José Guilhermino de Abreu, que sempre foi um rapaz sério e probo e que conhecia os bastidores do apito paraense, tem postura e proposito e comanda a nova fase da arbitragem paraense. Há erros, há, mas os novos apitadores que estão surgindo não são safados. Não se vendem por pneu prá carro ou por um par de tênis importado.

O que os dirigentes do CR devem fazer é dá credibilidade aos apitadorea como faz o Paysandu. O Joelson Nazareno apitou sim jogos seguidos do PSC, mas não foi desonesto. Pelo contrario expulsou jogador do PSC contra o Independente´.

É como o próprio Joperso diz: "Eu não quero que ajude o PSC; eu só quero que apite correto". É o que todos nós queremos. Chega de árbitro de fora!
É o que há!

terça-feira, 22 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN



ÀS ÚLTIMAS

-Questão de honra para os cartolas do Remo a conquista do segundo turno!
-Conselho Fiscal do PSC vai cobrar prestação de contas da administração Luís Omar!
-Empresário que detem a tutela de Tiago Alves,18, convocado prá seleção sub-18, vai à justiça!
-Advogado Hamilton Gualberto diz que não tem tempo prá representar o Remo na FPF!
-Repórter que desejar entrevistar o presidente da Tuna tem que primeiro falar com assessora de imprensa!
-Afinal, quando o governador Simão Jatene nomeará o titular da SEEL?
-É o que há e boa-noite!

TIAGO ALVES É TUTELADO


Ele nasceu nas confundas de Marabá em 12.01.1993.

Portanto, tem 18 anos e 72 dias o jogador Tiago Alves Sales, que acaba de ser convocado pelo treinador Ney Franco para compor a seleção sub-18 do Brasil, que disputará, no período de 19 a 24 de abril, a 11º Copa Internacional do Mediterrâneo, em Barcelona, na Espanha.

Ele foi jogador do Clube do Remo em 2007 e a direção do clube e os “treinadores” das divisões de base do Leão Azul não viram qualidades no menino pobre que morava aqui e acolá (de favores) em Belém.

Ele passou a andar com os filhos do empresário Carlos Ventura Barbosa, que num certo dia ao ir buscá-los no campo onde treinava a gurizada remista ele viu que aquele adolescente que andava com seus meninos e que vivia praticamente dentro da sua casa tinha futuro. Interessou-se em saber de onde vinha e o que queria.

Foi ao km 40 da Marabá/São João do Araguaiae conversou com mãe do Tiago Marabá,Antônia Sales, que autorizou e documentou a tutela do filho para o empresário de panificação em Belém.

Em 2009 Tiago chega à Vila Belmiro, com 16 anos; Ventura é o empresário e negocia com o Santos os direitos federativos do atleta adolescente: 60% do Santos e 40% dos dois(20% do Carlos ventura e 20% do Tiago). E o Remo toma na tarraqueta porque não cuidou do seu atleta.

Ano passado Ventura soube que Tiago Alves havia negociado seus 20% com o grupo SONDAS por R$ 100 mil; o jogador nega, mas o grupo confirma. E com isso os 20% de Ventura se equivalem aos 100 mil reais recebido pelo jogador. Ele não quer.

Contratou advogado e promete bater às portas da justiça porque a FIFA não reconhece contrato de atleta tutelado.

Carlos Ventura pensa que o seu pupilo foi induzido pelos empresários a vendar sua parte quando ainda de menor idade, já que ele completou 18 anos no dia 12 de janeiro deste ano.
É o que há!

SÉRGIO COSME, O TERGIVERSADOR


Sérgio Cosme é um cidadão educado, equilibrado, bom papo, amigo dos seus amigos(dizem) e dos seus jogadores, disciplinado e pensa em grupo; não impõe seus pensamentos; tem por princípio, primeiro escutar.

O técnico ou treinador, que dirigi um grupo de pessoas estratificadas culturalmente, como é um elenco de futebol, não basta só conhecer táticas, estratégias futebolísticas, tem que ser pensador. Sábio. Sensato e decidido.

Diante das inquietações, o sábio primeiro pensa; segundo, duvida; terceiro, critica, e quarto, decide. É o momento da execução do plano.

À noite de ontem ouvi o treinador do Paysandu dizer na TV LIBERAL que a inspiração para armar o time bicolor para o confronto com o Cametá lhe ocorreu da bela paisagem que viu de dentro das três balsas que transportou a delegação alvi-celeste até a cidade do baixo Tocantins. Tudo bem! A credito que a natureza nos inspira a momentos reflexivos. Isso se chama leitura de o mundo que o cerca. Quantas letras de músicas e poesias foram engendradas com os autores curtindo a natureza?

Aliás, Djavan uma das fertilidades cerebrais do nosso cancioneiro popular, criou um verso ao ver um rio desaguar no oceano: “Você deságua em mim/ E eu oceano”. A geografia se transforma em poesia pura: a gostosinha é um rio e ele um oceano.

Volto, pois, às reflexões de Cosme ao ver a exuberante natureza amazônica. Não é nada disso, não. O que existe é que o treinador do Paysandu é um profissional que adora saí do foco daquilo que lhe perguntam; ele é mestre em tergiversar e acaba não dizendo o que o repórter quer saber. É preciso ser insistente com ele, quando quer se tirar algo sobre o seu time. Ele é do tipo que responde, indagando. É uma estratégia adotada por Jesus Cristo para calar seus inquisidores.

Citarei dois exemplos bíblicos: “Cadê a moeda? Dê a César o que é de César!”; “Quem nunca pecou que atire a primeira pedra?” E por aí vai...

Este blogueiro passatempo ainda não viu no time do Paysandu esquema que pudesse definir a marca Sergio Cosme. Não tem. O que sei é que o treinador bicolor, nos intervalos dos jogos, não chega chutando o balde depois de um fracasso. Ele senta e pergunta: “O que devemos fazer prá concertar rapaziada?”

Aí os mais experientes como Sandro Goiano, Zé Augusto, Alexi Oliveira, Wânderson falam,dando suas opiniões e dizem o que fazer prá melhorar na segunda etapa. E disso os jogadores gostam. Escuta, também, seu auxiliar técnico, Maurício Matos. Ouve e decide!

É por isso que ele tem o time bicolor na palma da mão, e as “feras” ficam sentadinhas no banco sem mugir e tugir. Os grandes homens da história da humanidade foram tergiversadores e transgressores da ordem natural das coisas e acabaram se dando bem.

É o estilo Sérgio Cosme. Parabéns!
É o que há!

TUDÃO E A PORQUINHA


Representando o presidente Sérgio Cabeça, do CR, o advogado e jornalista Hamilton Gualberto esteve em São Paulo, à noite passada, no lnaçamento do Título de Capitalização da Caixa-seguros ÉGOOOL!

Influente no verbo e envolvente na aparência, o Crítico mostrou que sabe chegar...
É o que há!

segunda-feira, 21 de março de 2011

É GOL!


Lançado em São Paulo agora à noite o plano de capitalização É GOL!da Caixa Seguros.

Clube do Remo e Paysandu se fizeram representar pelo advogado e jornalista Hamilton Gualberto e Bira Lima, que é o gerente da Caixa Seguros em Belém.

Todos os grandes clubes do Brasil fazem parte do É GOL!

Da região Norte só Remo e Paysandu!
É o que há!

A SUA SAÚDE É UM BIG BEN



AS ÚLTIMAS

- Para a final entre Paysandu e Cametá o árbitro será local!
- Andrei, como querem os cametaenses, não entrará no sorteio!
- Paysandu pediu, mas desistiu 24h antes do antidoping!
- Joperso Coutinho garante que para quinta-feira o Dr. Guataçara vai coletar material!
- Remo encontra dificuldades para contratar reforços!
- CBF exige garantias para liberar os R$ 600 mil para o Remo!
- E o clube não tem!
- Robinho e Lenadro Cearense estão apalavrados com o PSC para a terceirona!
- Bastou uma vitória do Papão prá arrefecer os ânimos daqueles que querem a cabeça do presidente bicolor!
- E se for campeão do primeiro turno, reunião do CONDEL do dia 28 será de rapapés e salamaleques!
- Paulo Souza me manda "emeio": "Coincidência ou não, com o pedido do Paysandu para que fosse feito tal exame o time do Cametá não correu a mesma coisa que correu quando jogou com o Remo".
- Ele não acredita que jogador paraense se dope prá jogar futebol!
- No futebol paraense eu só ainda não vi jabuti subi em açaízeiro!
- É o que há e boa-noite!

O craque É!

Quando a Tuna estava na iminência de não participar do Parazão deste ano, o presidente Luso contratou Flávio Goiano e em quatro jogos o time ganhou 12 pontos e está entre os oito que disputam a atual fase do campeonato paraense.

Este blogueiro passatempo produziu matéria com o técnico tunante e na oportunidade indaguei a ele o segredo da arrancada lusa: “Zé, meu time defende como pequeno e ataca como grande”.

Como sou curioso diante daquilo que não sei e é por isso que digo que não sou mais sabido que a sabedoria, porque pergunto diante das minhas indecisões, Flávio Goiano foi mais explicito: “Meu time tem que recuar, marcando sem deixar espaço para o adversário quando tem a bola contra-ataca em velocidade”.

Foi mais uma lição que aprendi com este que hoje dirige tecnicamente o time da Tuna Luso Brasileira; passei a fazer leitura de uma partida de futebol embasado neste conceito: recuar, marcar sobre pressão e contra-atacar em velocidade e inteligência.

Não vi e nem ouvi o jogo do PSC, mas conversei com colegas que reputo safos na arte de ler futebol – Professor Cláudio e o Agripino Furtado; os dois fizeram a mesma leitura do jogo do Papão contra o Cametá: “O Cametá foi agressivo, mas o Paysandu marcou correto e Mendes fez a diferença”.

Quem marca como pequeno e ataca como grande tem grande chance de não levar gols e se tem atacante inteligente pode ser vitorioso. Penso(não tenho mais saco prá ouvir comentarista esportivo dizer "acho") que foi isso que fez o Paysandu.

Vi os melhores momentos através do “Camisa 13”, da RBA, e me detive nos dois lances que determinaram a vitória bicolor. Realmente, Mendes soube o momento exato, único de realizar a jogada. E como ele soube? No primeiro gol, sabendo tocar na bola com o lado esquerdo do peito do pé esquerdo, tirando do goleiro André Luís a trajetória da bola.

No segundo, Mendes recebe na intermediária, levanta a cabeça (aqui está o segredo do atleta inteligente) e vê o goleiro cametaense adiantado e mete de chapinha, consciente, encobrindo o goleiro. É a antevisão do lance.

Johan Croiff, artífice da “Laranja Mecânica” holandesa de 1974, foi treinador do Romário e ele disse que “Romário é o gênio da área”. Uma vez aqui em Belém, no antigo Iate Clube, tive a felicidade de conversar e gravar com o “baixinho” e uma das perguntas foi o por quê de Croiff tê-lo denominado de o “Gênio da área” e ele respondeu:

“Eu não sei se sou gênio; o que sei é que quando recebo a bola eu já pensei o que fazer com ela e antevejo colegas e adversários”. Tem explicação melhor? O craque É!

Aos trancos e barrancos, Paysandu é o campeão da Taça Cidade de Belém - só se for muita praga!
É o que há!

SUA SAÚDE É UM BIG BEN

domingo, 20 de março de 2011

O ATOLEIRO E A DIFERENÇA BICOLOR


Desliguei-me do mundo poluído e me embrenhei no mato.

Curti a natureza; igarapé do “Redondo” ao lado do meu “Tudinho”.

Sem álcool, muito banho, peixe assado e leitura.

À tarde choveu e no retorno atolei o “gostosinho”; aí passei mais de uma hora prá tirá-lo do atoleiro.

Com ajuda do Redondo, do Cabica e do Gadé consegui lá pelas 17h30 saí do lamaçal.

Em Castanhal liguei o rádio do carro e a "Tânia Pimbinha" anunciava vitória do PSC.

O "Rei do acho" dizia que Mendes fez dois gols e quando cheguei em Belém telefonei para o professor Cláudio que comentou pra TV Cultura e me dizia que o Mendes fez a diferença.

O meu pressentimento falhou; Mendes tem habilidade, técnica, pensa rápido, antevê o lance e o momento de realizar a jogada. É o diferencial no time do PSC; ele É!
É o que há!

ELE É INDOMÁVEL, NEFANDO, IRREVERENTE, IMPOSSÍVEL, METICULOSO E INSTIGANTE


TROMBETEANDO
A conselheira Francisca Pinheiro, esposa do presidente Luís Omar, disse na cara do Rezende, presidente do CONDEL bicolor, que ele é o “culpado pela situação de desunião que há no clube”, e no decorrer do seu discurso se dirigiu ao conselheiro Chermont que “roupa suja se leva em casa.”

Rezende: “Foi o seu marido quem começou essa situação. Estava em Paramaribo quando os repórteres Agripino e Dinho me perguntaram se o Paysandu iria contratar o Cleison Rato. Eu peguei o meu celular e telefonei pro seu marido que estava em São Paulo com a delegação do sub-17 e perguntei se ele iria contratar o Rato e ele me respondeu que não. Então, disse aos repórteres que o clube não contrataria o jogador. Prá minha surpresa quando chegamos a Belém o seu marido contratou o jogador. E a minha cara, dona Chica?” Prosseguiu Rezende: “Dona Chica, o seu marido foi reeleito graças a minha luta e ele não reconhece isso! Ele deveria estar aqui prá ouvir tudo isso!”

Dona Chica: “Ele não está aqui porque não foi convidado para a reunião."

Chermont, que não iria falar em respeito à ausência do presidente, resolveu pedir a palavra porque foi citado pela primeira dama bicolor: “Dona Chica, seu marido é o homem mais ingrato que já apareceu neste clube. Ele não honra a palavra, e quem o ajudou a conquistar os títulos e o aumento do patrimônio do clube ele é incapaz de agradecer. Dona Chica, o seu marido deve vir aqui e explicar como o Paysandu lhe deve mais de R$ 1 milhão, e se isso for verdade o seu marido é o maior credor do clube. Dona Chica, diga pro seu marido calar a boca”.

Ao final da reunião, a esposa do presidente, chorando, manteve conversa reservada com o Dr. Chermont.

INATINGÍVEL
Luís Omar disse em entrevista ao programa BOLA NA ÁREA, da rádio Liberal-AM, que “o Rui não deveria ser nem lixeiro do Paysandu quanto mais presidente”
No CONDEL Rui disse: “Se partisse de um Nabor, de um Ambire, de um Ricardo Rezende, de um Asdrúbal Bentes estaria preocupado, mas de quem partiu não me atingiu, passou ao lado”.

SURPRESA
“O presidente tem direito de fazer o que fez. Inês é morta”
(Alacid Nahum segurando em uma das mãos o estatuto bicolor se referindo ao empréstimo de Tiago Potiguar)

PRESCIÊNCIA
A grande maioria dos conselheiros bicolores tem consciência que Luis Omar não tem futuro como presidente bicolor. Decaiu da confiança daqueles que o apoiaram na reeleição.


Finalmente, apareceu no futebol paraense quem acreditasse na arbitragem local.
Joperso Coutinho, representante do Paysandu na FPF, tem sido criticado por bicolores pela sua posição em indicar árbitro regional para os jogos do PSC na reta final da Taça Cidade de Belém.

“Eu conheço os caras que estão entrando no sorteio e digo prá eles não ajudarem o PSC e nem “roubarem”; apitem corretos que não indico árbitro de fora; eu vou pedir para o Guilhermino meter no Andrei no sorteio”, revelou Coutinho na noite de terça-feira na sede do Papão.

O futuro da arbitragem paraense dependerá de um bom trabalho de Glauber José Miranda à frente de Cametá e Paysandu logo mais. Ele é competente e não é safado; pode errar.

REFÚGIO
Neste domingo estarei em completo isolamento num sítio de um amigo meu a oeste do Pará; saio da estrada asfaltada e adentro por uma de chão batido e quando está muito encharcada deixo o carro no terreno de uma casa e sigo caminhando por túnel vegetativo, respirando ar puro, ouvindo o chilrear dos passarinhos, o coaxarem de rãs e sapos e metendo o peito e mãos nos galhos das árvores.

Depois de uns 40’ chego ao mundo do meu amigo “Redondo” que me recebe perguntando “qual é a que quer?” Ele se refere a uma caipira. Joga o milho - plantado e colhido na sua propriedade – e chama a farta criação: “Tchu, tchu, tchu, tchu...”

Literalmente, fico de molho em igarapé de água escura, gelada e corrente, coberto por bambuzal, sentado em volta de uma mesa que o “Redondo” instalou no leito do estreito rio e a churrasqueira à margem, cozinhnado a “gostosinha” e assando o espetinho que levo da cidade grande. Agora, como estou abstêmio, levo a Bíblia prá refletir sobre alguns trechos do livro que mais leio e não me canso de interpretar “Guarda o teu coração porque dele procede às coisas da vida”. É verdade! Coração não é o órgão, é a inteligência, quem me disse isso foi Jorge Basile, padre italiano, diretor da Rádio Educador “São José de Macapá”, onde tudo começou em 1972.

Estarei desligado do rádio e do Paysandu e farei reflexão sobre o meu futuro no rádio. Sinceramente, depois que o BOLA NA ÁREA migrou do domingo para o sábado, perdi o tesão profissional.

Prometo fotografar e na postagem de amanhã mostrarei a vocês este mundo que depois que pisei e senti o cheiro de mundo campesino me apaixonei e não tenho inveja de quem vive em Salinas ou Mosqueiro.
É o que há!

sábado, 19 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN



O PULO DO GATO

Está sendo preparado para contar o que ninguém revelou sobre a reunião do CONDEL bicolor!
É o que há e boa-noite!

CAMETÁ E PSC E E O MEU "FEELING"

O meu pressentimento me diz que não será fácil para o Paysandu o jogo contra o Cametá amanhã no Parque do Bacurau, 16h, com a direção de Glauber José Miranda.

Fran Costa tem um time bem armado, postado na defesa e um meio-campo rápido com Robinho e Leandrinho se destacando pela velocidade e passes perfeitos para a conclusão de Leandro Cearense, que conhece o caminho mais curto prá chegar ao gol adversário.

Os remistas ficaram espantados com a velocidade dos jogadores de meio-campo do Cametá, que tem em Zé Jorge o responsável pela preparação física do elenco. Ele já trabalhou no Remo.

Essa condição física do elenco cametaense fez o Paysandu “senti o cheiro da perpétua” e solicitar à Federação Paraense de Futebol exame antidoping para os dois jogos. Essa cisma dos bicolores tocou na suscetibilidade dos cametaenses e pode ser um item a mais na vontade de vencer dos bicolores. É um time motivado , principalmente no financeiro.

No segundo parágrafo afirmei que Fran Costa tem um time bem armado e tem: sabe recuar quando atacado, marcar sob pressão e saí contra-atacando em velocidade. Não vejo esse esquema no time de Sérgio Cosme.

A zaga bicolor não inspira confiança e tenho a impressão que os dois zagueiros – Ary e Herbert – não sabem fazer antecipação; Sidiny, como ambidestro, caindo pelo meio, é diferenciado, mas não tem o mesmo fervor na marcação; Helton Lira, na partida contra o Independente, foi inócuo. Não gostei, mas pode ter futuro.

Alexandre Carioca, Bily e Álison terão que ter tônus muscular – e torcer prá não chover – prá marcar e não deixar Leandrinho e Robinho tocarem a bola. Penso que é neste setor que está o quê da estratégia armada pelo técnico Fran Costa. E se Sergio Cosme bem viu o jogo contra o Remo, deve produzir o veneno.

Alex Oliveira, que não marca, mas sabe o que fazer com a bola nos pés, será o responsável para que a bola chegue redondinha em Mendes e Rafael Oliveira; se o Paysandu conseguir arrancar um empate ou até perder por um gol de diferença, pode dá graças...

Sinceramente, pelo que o time do Paysandu tem apresentado no decorrer desta fase do campeonato, não acredito em vitória bicolor, mas futebol é ciência e como tal tem seus métodos que dependem de diversos fatores: conhecimento tático do treinador, condição do campo, aplicação técnica e tática dos jogadores, torcida e a “baba”.

COMUNICADOS AOS BLOGONAUTAS QUE ME ACOMPANHAL ATRAVÉS DA RÁDIO LIBERAL-AM

Por motivos alheio a minha vontade não apresentarei hoje, 19, e no próximo sábado, 26, o BOLA NA ÁREA.

Aproveitarei para refletir quanto ao meu futuro no rádio, cauidar da saúde que está combalida, ouvir alguns amigos, conversar com o meu Deus - que é poderoso, rico e festeiro -e voltar no dia 02 com as esperanças renovadas.

"Os amigos nos fazem bem; os inimigos nos promovem"
É o que há!

sexta-feira, 18 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN


E ATENÇÃO!

Bahia demonstra prestigio e jogo do PSC com o representante da Boa Terra pela Copa do Brasil, dia 30, será no Mangueirão!

Glauber José Miranda apitará Cametá e Paysandu, domingo, 16h!

Jogador novo e bom de bola não vem jogar futebol no Norte do Brasil!

Todos os atletas futurosos têm empresários e vivem pensando na Europa!

Está sendo difícil para o Remo contratar atletas que venham para jogar!

No interior paulista há quem esteja sem clube, mas quer apartamento, carro e um mês adiantado!

No twitter Rui Sales elogia presidente bicolor!

“Achei um bom negócio o que o presidente realizou. Parabéns!”

Conselheiros bicolores querem atitude do presidente do CONDEL contra um “Patinho feio”!

É o mesmo que foi pedir dinheiro para Miguel Pinho prá casar e depois criticou o “Homem do Sapato Branco”!
É o que há!

TIAGO POTIGUAR E SEUS PESADELOS

Quando surgiu o interesse de o Atlético do Paraná pela aquisição de Tiago Potiguar, o treinador Sérgio Cosme teria dito que o Paysandu tinha a grande oportunidade de mandar em frente o jogador.

No caderno de esporte de O LIBERAL, de ontem, Cosme deixou transparecer que o PSC fez bom negócio em emprestar o jogador e citou exemplo de Dener, que no início da década de 90 trabalhou com ele no Grêmio de Porto Alegre.

“Dener era diferenciado dentro de campo, mas tinha dificuldade em assimilar ensinamentos táticos e dizia: professor, eu não entendo nada do que você fala,” disse Sérgio Cosme ao repórter do jornal.

Em fevereiro deste ano postei que Tiago Potiguar vivia na concentração bicolor e tinha dificuldades prá dormir e essa patologia era do conhecimento da dona Chica, esposa do presidente, com quem o jogador tinha diálogo por considerar pessoa de extrema confiança.

A primeira dama bicolor levou o problema aos médicos do clube e estes ministraram remédios controlados para que Tiago Potiguar dormisse tranquilamente. Segundos fontes bicolores, o atleta tinha pesadelos e acordava pedindo socorro. Com Alexi Oliveira o clube teve o cuidado de valorizar o atleta.
É o que há!

quinta-feira, 17 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN



ATENÇÃO!

Na tarde desta quinta-feira mantive diálogo com o diretor de programação da Rádio Liberal-AM, professor Rodolfo Marques, sobre a apresentação do BOLA NA ÁREA, que por muito tempo - desde que surgiu - era apresentado aos domingos das 12h às 15h, mas que agora com a nova programação CBN o programa migrou para o sábado, das 10h às 12h.

Por motivos de readaptação de estilo, deixarei de apresentar o programa nos dias 19 e 26 deste mês e, como estou em estado de observação médica aos cuidados do Dr. Eder Souza cuidarei da minha saúde e estarei retornando ao horário no dia 2 de abril.

Aos que pensam que estou fora das ORM, continuo funcionário da empresa.
É o que há!

ALEX OLIVEIRA DEIXA HOTEL

O hotel onde morava Alex Oliveira, 37, passa a ser Casa de Apoio aos Doentes do Estado do Amapá; Sã Remo, na Domingos Marreiro, 1769, desaparece e o jogador terá que procurar teto para morar e o dono, Airton, cobra R$ 2 mil do PSC do tempo que o jogador se hospedou na casa hoteleira.

Ainda a pouco este blogueiro passatempo conversou com o empresário Airton e este disse que Alex Oliveira deixará a casa à tarde e o presidente Luís Omar se responsabilizou pela dívida.
É o que há!

UNHA E CÚTICULA E A VELHA AGENDA

Se no Paysandu o presidente Luís Omar é acusado de não ouvir conselhos de amigos, no Remo há quem diga que Sérgio Cabeça ouve Tonhão, Jones Tavares, Marcelo Carneiro e tal de César Castilho. Dizem que são eles que indicam e contratam jogadores. E a velha agenda que Raimundo Ribeiro e Amaro Klautau não aceitaram e foram sataniados.

“Cardeais” mais chegados ao presidente dizem que ele nutre fidelidade canina por Antônio Carlos Teixeira, o Tonhão, e o vice-presidente de estádio, Luís Felipe Murtinho Cavalcante, o Baralho. São amigos “ex-corde” do Cabeça.

Cabeça ouviu e não deu bola prá quem queria dispensa de Comelli e contratação de Charles Guerreiro. Em tempo: lembrou o que ocorreu em 1983 quando o Remo perdeu o primeiro turno para a Tuna, que tinha Paulo Mendes como treinador.

O Remo mandou Jouber Meira embora e contratou o técnico luso. Remo, campeão.
É o que há!

OMAR ESTAVA EM BELÉM

Para a grande maioria dos conselheiros bicolores presentes à reunião de terça-feira do CONDEL o presidente Luís Omar estava em Belém à noite da reunião e não em Macapá como dissera a este blogueiro passatempo.

Ficou evidente que o presidente bicolor estava em Belém quando a dona Chica, sua esposa, no auge da discussão com o presidente do CONDEL, Ricardo Rezende, que disse: “Dona Chica, seu esposo deveria estar aqui prá ouvir os conselheiros!”

Resposta da conselheira: - Presidente, o meu marido não veio à reunião porque não foi convidado. Alguns conselheiros se entreolharam e sacudiram a cabeça.

Após a reunião, no bar da sede, o papo era uníssono: “Omar não resistirá à pressão."

DIA 24

A FPF acatou apelo da diretoria do Paysandu e o jogo decisivo da Taça Cidade de Belém acontecerá dia 24, quinta-feira, 20h30, na Curuzu.
E a arbitragem será local para o jogo de domingo em Cametá.
A conquista do primeiro turno valerá aos jogadores do PSC a premiação de R$ 98 mil .

quarta-feira, 16 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN



FOI MEMEME

Para alguns conselheiros bicolores, a dona Chica, esposa do presidente Luís Omar, entregou o marido quando altercava com o presidente do CONDEL, Ricardo Rezende.
"Ele não está aqui porque não foi convidado", disse dona Chica.

Estou bisbilhotando e contarei detalhes na postagem de amanhã.
É o que há e boa-noite!

ALÉM DO EXAME, ÁRBITRAGEM SERÁ LOCAL

Recebo "emeio" de Luís Carlos Pina, perguntando sobre punição por doping.
Consulto Hamilton Gualberto(advogado e jornalista) que diz: "Só o jogador é punido; o clube não sofre nenhuma sanção"

Com relação ao exame antidoping, Joperso Coutinho, representante do PSC junto a FPF, confirmou a exigência bicolor através de ofício à entidade, à tarde de ontem.

A arbitragem para o primeiro jogo da decisão da Taça Cidade de Belém, em Cametá, domingo, será local.

Joperso Coutinho, coronel Claudio e outros bicolores estarão indo prá Cametá amanhã a fim de agilizar hospedagem e segurança para a delegação bicolor que seguirá no sábado.
É o que há!

DISCUSSÃO ACIRRADA ENTRE REZENDE E A ESPOSA DO PRESIDENTE


As contas da diretoria não foram apreciadas pelo CONDEL bicolor porque o presidente Luís Omar não compareceu à reunião por estar em Macapá.

Então, os conselheiros se dividiram em críticas e defesas à diretoria pelo empréstimo de Tiago Potiguar ao futebol chinês.

A grande maioria dos conselheiros pensa que o CONDEL deveria ser ouvido outros (minoria) não e foi aí que houve ácida discussão entre o presidente do conselho, Ricardo Rezende, e a esposa do presidente da diretoria, Francisca Pinheiro, conhecia dona Chica.

Cessadas as altercações, uma comissão de advogados foi criada para analisar e formatar parecer sobre o empréstimo do Potiguar: Alacid Nahum, Alexi Lima, Ney Siqueira Mendes, Sebastião Haber e Newton Gurjão terão que no dia 28, data da nova reunião, apresentar opinião sobre a atitude do presidente em ceder por empréstimo o atleta Tiago Potiguar.
É o que há!

terça-feira, 15 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN



OMAR NÃO COMPARECEU

Por está retido no aeroporto de Macapá, presidente bicolor, Luís Omar, não compareceu a reunião do CONDEL, à noite de hoje na sede do clube.

Alguns conselheiros preferiram o silêncio diante da ausência do chefe da diretoria bicolor. Agiram corretamente.

Mais detalhes do encontro na postaagem de amanhã, cedo.
É o que há e boa-noite!

DIZ-QUE JA FUMARAM O CACHIMBO DA PAZ


Luís Omar telefona para o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Ricardo Rezende, e conversam demoradamente sobre a reunião de hoje e tuítadas do presidente, que chamou de “vagabundos” para todos àqueles que protestaram contra sua administração domingo passado na Curuzu.

“Olha, Luís Omar tu tens que parar como presidente do clube de emitir opiniões ofensivas porque muito dos que protestam são conselheiros, sócios ou filhos de conselheiros, inclusive prá mim já deste resposta atravessada”, teria dito o Rezende.

Por outro lado, há quem diga que os dois – Omar e Rezende – já fumaram o cachimbo da paz e a reunião do CONDEL, programada para logo mais no palacete bicolor, poderá ser de “panos quentes”.
É o que há!

O TIRO NO PÉ!

Está sim na intensão e no apito rapace de um árbitro o futuro de um time de futebol dentro das quatro linhas.

Talvez nem Deus disponha de tanto poder dentro de um espaço limitado quanto ao árbitro de futebol. No quadrilatero ele é Deus, ele é Idi Amin Dada, ele é Fidel Castro, ele é o Papa da Igreja Católica, que dita normas e ninguém ousa a contestá-lo.É dito e feito!

Assim como tenho tido o prazer de conversar com técnicos de futebol que sentem deleite em falar de táticas e estrategias futebolísticas e aprendo a fazer leitura de uma partida, também tenho tido a satisfação de resenhar com ex-arbitros de futebol que me dizem que quando o apitador está "no bolso" ele não deixa o adversário se aproximar da área do favorecido. Marca falta até de um simples ombro a ombro. E isso vai irritando os jogadores do time que está sendo "roubado".

Conclusão: num desses lances um jogador fala improperios para o apitador e acaba sendo expulso. Está desenhada a vitória do time que pagou o árbitro.

Isso já aconteceu em Belém do Pará e um dos que praticou muito este tipo de falcatruas ´foi dirigente do Águia de Marabá e hoje é deputado estadual.

Foi ele quem me disse em uma das mesas do boteco, num dia do mês de abril de 2009, que na FPF tem árbitro desonesto.Comigo estavam Fernandinho Guimarães e o Olívio. Estão vivos!

Quando escrivi na matéria sob esta que o "Remo atirou nos próprios pés" é porque tenho acompanhado os bastidores do Departamento de Árbitros da FPF e o PSC teve melhor desempenho quando propugnou até árbitro local para o RE-PA. No sorteio o Remo venceu e Paulo César Oliveira(FIFA-SP) apitou e o Remo venceu de 3 x 1 o PSC!

Para os dirigentes remistas a conquista do primeiro turno era uma questão de honra, mas esqueceram de contratar atacantes e desprezaram o apito local e nem foram bafejados pela sorte para ter Andrei Silva e Silva apitando um desses jogos contra o Cametá.E esqueceram de um detalhe importantíssimo: antidoping na reta final contra os chamados emergentes.

Aliás, os dirigentes bicolores querem ver o diabo e não querem ver Andrei Silva e Silva entrando no sorteio dos jogos do Papão. Qeum ousa me contestar?

Assim como o Remo tem os seus, o PSC também tem.

Adriano Pardal pode mandaar embora. E se o treinador chiar, pode ir também, seu Sérgio Cabeça.
É o que há!

A CISMA DO BLOGONAUTA

Olá meu amigo,
Gostaria de comentar sobre o jogo Remo x Cametá. Concordo com tudo que você disse. Ou dá RExPA na final ou Remo e PSC vão perder mais de R$500.000,00. Será ruim para os dois, mas sem dúvida pior ainda para o Remo, pois vai ver a série D mais longe ainda. Será o mesmo filme de 2009 e com um agravante: o Remo tem compromissos com a Justiça do Trabalho.

Agora penso no seguinte: como o mesmo árbitro apita 3 vezes um jogo do PSC? Se a desculpa da Federação é que ele foi para sorteio, você não concorda que se um arbitro apitar um jogo ele não deve entrar no próximo sorteio, para evitar este tipo de situação? Acaba se tornando um vício, pois se ele der um cartão amarelo para um jogador, ele já sabe - por instinto, que no próximo jogo ele não vai dar cartão para o mesmo jogador. Eu penso desta forma. Arbitros que já apitaram um jogo devem ser excluidos dos demais sorteios.

Não sei se você já sabe mas seu amigo Bira vai ser o supervisor da equipe do Santos de Macapá. O Santos está fazendo uma reformulação para tentar chegar ao título amapaense, que não conquista desde 2000. Além de Bira o seu irmão e nosso amigo Aldo (digo isso pois ele é meu amigo, tentei levar ele para treinar o Cristal antes do Flávio Barros) também vai participar da comissão técnica do Santos. Eu ainda estou no aguardo para assumir a direção e supervisão do Cristal para o estadual do Amapá, que está previsto para começar dia 22 de maio. O Cristal também está passando por uma reformulação. Por sinal, tenho uma camisa do Cristal para você. Assim que possível entregarei para você na Rádio Liberal.

Abraços do amigo,

Luiz Paulo F Pina

Pina,

O PSC tem controle e prestígio junto ao Departaamento de Árbitro da Federação.
Obrigado pelo acesso. É ótimo esse diálogo.
É o que há!

ANTIDOPING E ÁRBITRO LOCAL

Após o jogo Remo 3 x 3 Cametá, os telefones celulares dos cartolas bicolores ficaram por alguns minutos ocupados, principalmente o do presidente Luís Omar que conversou com seus pares de diretoria trocando ideias sobre as providencias a serem tomadas para cobrir a delegação bicolor que vai a Cametá para a primeira partida da decisão da Taça Cidade de Belém.

Omar deve conversar hoje com o treinador Sérgio Cosme a fim de saber se ele é favorável que a delegação alvi-celeste vá dois dias antes do jogo ou siga no sábado.

O desejo de ir à Cametá 48h antes da partida esbarra no problema da falta de campo para o time bicolor se exercitar.

Coronel Cláudio Santos, que é responsável pela segurança na Curuzu, vai acompanhando a delegação bicolor a fim de manter contato com o comandante do policiamento na cidade para que o time não seja incomodado no hotel.

Hoje, Joperso Coutinho deverá chegar à sede da FPF com ofício no qual o presidente solicita que a entidade providencie exame antidoping para o jogo de domingo contra o Cametá.

E se depender do representante bicolor, Joperso Coutinho, o árbitro será da local.
É o que há!

segunda-feira, 14 de março de 2011

SUA SAÚDE É UM BIG BEN

SÓ RESTA AO REMO TORCER PELO PSC

No primeiro tempo o Remo foi um turbilhão e fez 2 x 0 com Leo Franco cobrando falta aos 8’ e Rafael Morisco cobrando pênalti aos 46, depois que o zagueiro Wilson tocou com as mãos na bola dentro da área.

Com o Remo se ressentindo do esforço desmedido no primeiro tempo, o Cametá voltou mais aplicado, fazendo o essencial: recuando, marcando e contra-atacando e aos 2’ Jailson diminuiu.

Aos 25’, numa lambança de Ró, Balão roubou a bola e meteu prá Leandro Cearense que fez 2 x 2, aos 27.

O time azulino murchou e a torcida incrédula com que via em campo começava a debandar quando Ró sofreu falta dentro da área e o árbitro Wilson Luiz Seneme marcou penalidade que Rafael Morisco cobrou, aos 32, e marcou 3 x 2.

O tiro de misericórdia veio aos 42, saindo dos pés do artilheiro do campeonato, Leandro Cearense: 3 x 3.

Sem ataque qualificado e com os diretores exigindo arbitragem de fora, o Remo atirou nos próprios pés.

11.110 pagaram, proporcionando arrecadação de R$ 139.430,00.

Agora, é torcer pelo Paysandu.
É o que há e boa-noite!

PENSE, PRESIDENTE!


“Eu respeito e muito a torcida do PAYSANDU agora vagabundo eu não respeito e ainda vou saber que e que paga ele para fazer estes protestos."

É a resposta do presidente do Paysandu, Luís Omar, através do seu twitter aos protestos de ontem na Curuzu.

É verdade que Omar é um homem de frontispício; não é dissimulado, fala o que pensa e quando tem que encarar adversários encara mesmo, inclusive já aposentou comentarista de rádio (o rei do “acho”), contudo, todavia, inobstante, Omar precisa exercer a arte da minudência reflexiva sobre os acordos com os ex-amigos, inclusive com quem lhe ajudou na reeleição.

Não seja ingrato, presidente!
É o que há!

ATÉ OS BICOLORES QUEREM VITÓRIA DO REMO


O dia de hoje foi de conversa com alguns “cardeais” remistas e com quem este blogueiro passatempo conversou eram visíveis as fisionomias enfarruscadas devido à situação do time do CR: vencer, vencer e vencer com uma diferença de três gols logo mais o time do Cametá.

Se não acontecer vitória suficiente prá chegar à final da Taça Cidade de Belém com o PSC, que já está de flozô, o presidente Sérgio Cabeça ficará em falta com funcionários (que estão com salários atrasados dois meses), jogadores, comissão técnica e fornecedores.

Sem ser presciente, mas preocupado com a situação financeira do clube, Sérgio Cabeça está se apegando a políticos paraenses, Flexa Ribeiro (senador) e Luiz Otávio (deputado federal), para que os dois tentem incursões junto a Ricardo Teixeira para que a CBF libere os R$ 600 mil restantes do empréstimo de R$ 1.000.000,00, dos quais R$ 400.000 a entidade liberou em outubro do ano passado.

Além de alguns jogadores que defenderam o time na administração Amaro Klautau, que estão ameaçando ir à justiça prá receber o que o clube lhes deve, uma das questões que deixa Cabeça ansioso é o débito do Remo com o ex-treinador Giba, que cobra insistentemente pelo telefone.

Tanto remistas como bicolores estão desejosos prá ver as duas maiores “locomotivas” de o nosso futebol medirem forças em dois jogos no Mangueirão. Só assim os dirigentes terão tranqüilidades.
É o que há!

NEM ANDULA DA FPF O REMO QUER

Time de futebol do Clube do Remo está concentrado desde ontem, às 12h, no hotel Sagres.

E a diretoria está tão preocupada com o jogo desta noite que os gandulas da Federação foram dispensados e os meninos responsáveis para repor a bola serão todos da divisão de base do clube.

Se vencer o Cametá e for à final da Taça Cidade de Belém contra o Paysandu, jogadores azulinos terão premiação.

Às 12h o presidente Sérgio Cabeça e toda a sua diretoria almoçarão no hotel com jogadores e comissão técnica.

Os remistas andam cismados com o vice-presidente federacionista, José Ângelo Miranda, um dos “muçuns ensaboados” do nosso futebol, e por isso, no segundo turno, o clube terá três representantes na FPF: Hamilton Gualberto, Nissin Tó Belém e Sérgio Dias.

No RE-PA, com apoio da Federação, o Paysandu queria árbitro local e o Remo FIFA; no sorteio deu Paulo César de Oliveira (FIFA-SP), mas antes do globo girar, Hamilton Gualberto calou Zé Ângelo, vice-presidente federacionista, e o diretor técnico, Paulo Romano, dizendo poucas e boas na cara dos dois, que meteram os rabos entre as pernas e sumiram da sala de imprensa, local do sorteio dos nomes dos árbitros.

O Paysandu conseguiu duas vezes, no espaço de quatro dias, indicar o mesmo árbitro para as partidas contra o Independente: Joels Nazareno Ferreira Cardoso, porque conseguiu agradar a diretoria e o técnico biciolor. Aí tem.
É o que há!

domingo, 13 de março de 2011

SÉRGIO COSME DEIXOU A CURUZU CHATEADO


A desculpa de que não estava se sentindo bem e por isso mandou dizer pelo "mestre-sala" da Curuzu, Jr. Brasil, que não poderia falar aos repórteres, tem fundamento.

Depois de ouvir alguns impropérios de torcedores, Sérgio Cosme ficou indignado e, psicologicamente, não se sentia bem para falar com os repórteres. Preferiu o silêncioe foi emboara.

Mesmo jogando bem e ganhando folgado do Independente, protestaram a forma como o Paysandu está sendo administrado pelo Luís Omar e diretores e, por tabela, o trabalho de Sérgio Cosme à frente do time do Paysandu.
É o que há!

SUA SAÚDE É UM BIG BEN

PAYSANDU GANHA E TORCIDA PROTESTA


Independente não foi àquele time da primeira partida em Tucuruí e deixou o Paysandu jogar. Aí ficou fácil.

Tiago Potiguar não fez falta e Sidni(foto) me fez lembrar Junior lateral do Flamengo que hoje é comentarista da TV Globo.

Junior Capacete era destro, mas jogava pela esquerda, caindo pelo meio e fazia gols; Sidni é ambidestro e faz com perfeição esse tipo de jogada: foi assim no segundo gol do Papão. Aliás, golaço , aos 6’ do segundo tempo.

Sem corresponder a expectativa na função de Tiago Potiguar, Rafael Oliveira não tem velocidade, mas sabe trabalhar com a bola nos pés e tem visão periférica: serviu Rafael Oliveira, aos 25’ do 1º tempo – 1 x 0.

Marquinho, aos 12’ do segundo tempo, marcou 3 x 0 e Marcel, aos 29’, descontou para o “Galo Elétrico”.

Helton Lira, lateral esquerdo, não comprometeu e demonstrou aplicação.

Ao final do jogo o treinador Sinomar Naves, do Independente, estranhou a lerdeza da sua equipe. É mesmo?!

O adversário bicolor à final da Taça Cidade de Belém sairá do jogo desta segunda-feira, no Baenão, entre Remo e Cametá. O Leão precisa ganhar por uma diferença de 3 gols.

TORCIDA PROTESTA

“Fora Luís Omar” era uma das faixas, na Curuzu.
É o que há!